27 de nov de 2012

Deixar-se levar...


Cadê menina solta, de cabelo solto, de idéias a toas e boas?
Cadê morena branca, de bandeira branca, sem brigar consigo?
Cadê a moça solta, de sorriso solto, de pestana viva e sincera?
Cadê os olhos negros de perder o medo da paixão platônica?

Deixa a maré te levar morena
Deixa a poeira baixar

Você vai rir de você morena, quando esta onda passar
Deixa a maré te lavar morena
Deixa o tempo chegar
Deixa eu servir desse dia em cada momento,no seu lugar
Ê, morena branca!

Troca teus planos, larga teus panos e vem terminar
Num outro lugar teus pés pisar
Morena branca
Deixa os enganos de todos os anos e saia a pescar
Teus sonhos e tudo que der pra fisgar

Cadê menina solta, de cabelo solto, de idéias a toas e boas?
Cadê morena branca, de bandeira branca, sem brigar consigo?
Cadê a moça solta, de sorriso solto, de pestana viva e sincera?
Cadê os olhos negros de perder o medo da paixão platônica?

Deixa a maré te levar morena
Deixa a poeira baixar

Você vai rir de você morena, quando esta onda passar
Deixa a maré te lavar morena
Deixa o tempo chegar
Deixa eu servir desse dia em cada momento,no seu lugar

Ê, morena branca!
Troca teus planos, larga teus panos e vem terminar
Num outro lugar teus pés pisar

Morena branca
Deixa os enganos de todos os anos e saia a pescar
Teus sonhos e tudo que der pra fisgar...

["Morena Branca" - Gisele Di Santi]


Nenhum comentário: