11 de fev de 2011

Ah, a semiótica...


Me espalho em vários pedaços de mim
Vermelhos, pequenos, diluídos em outros tons da palheta...
Que eu vou pingando pelo chão.

O que eu sou pra você,
O que eu sou nesse blog,
O que eu sou pra mim mesma,

São partes, fragmentos.
Às vezes maximizo  alguns e espanto.
Noutras, resolvo não mostrar o que salta aos olhos.
É importante sempre relativizar, olhar dos mais diversos ângulos.

Nunca o que se vê é o que realmente é.

2 comentários:

Dom Rafa disse...

Wahhhhhhhhh... Lembranças da universidade! Acho que nunca consegui entender totalmente esse conceito. Li 2x um livro sobre isso, mas sempre me enrolava nos conceitos! hahahahahaha

Bjs! ;)

Sara disse...

Lindo...e o que se é só algumas vezes se vê!! bjs