27 de jul de 2010

A nossa verdade.


Vida Diet
Pato Fu

A gente se acostuma com tudo
A tudo a gente se habitua
E até não ter um lugar
Dormir na rua
A tudo a gente se habitua
Me habituei ao pão light
À vida sem gás
O meu café tomo sem açúcar
E até ficar sem comer
Sem te ver
A gente custa mas se habitua
Sem giz, sem água
Sem paz, sem nada
Não vai ser diferente
Se eu me for de repente
Se o céu cai sobre o mundo
E o mar se abrir
Em um inferno profundo
Se acostumou sem querer
Ao salto alto
Salário baixo, à vida dura
E até ficar sem tv
É bom pra você
Televisão ninguém mais atura

Composição: John

3 comentários:

Lis. disse...

Olá Flávia...

Aprendi com o passar do tempo a importância de permanecer no palco o tempo suficiente para ser visto, e reconhecido através do meu show pessoal. Dessa forma encontrei um jeito de fazer milhares de espetáculos, sem nunca permanecer no palco além do tempo suficiente para ser visto, posto que as luzes uma hora apagar-se-ão. Mas, o show nunca deve parar. Pessoas necessitam ser felizes, e o palhaço, as luzes, o circo, não podem parar.

Dom Rafa disse...

Adoro Pato Fu. O talento para escrever letras simples e pertinentes do John aliado ao jeito "kawaii" da Fernanda é a combinação perfeita. "Daqui pro Futuro" é o melhor CD de Rock/Pop nacional dos últimos tempos. Não é lá muito empolgante, mas é poético.

Beijos!

Sara disse...

Adorei tudo!!!
A verdade é que estava com saudades...-)
beijoks