8 de abr de 2010

Jornalismo e eu

"Escolhe um trabalho de que gostes
e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida." 
(Confúcio)

6 comentários:

alguém... disse...

Realmente Confúcio foi um HOMEM muito sábio, e devia amar o silêncio tanto quanto eu :). Continuas a tocar como ninguém. AQUELE BEIJINHO SEMPRE TÃO ESPECIAL E MUITO SINCERO.

Lis. disse...

"Ser feliz é conseguir fazer do oficio um prazer"

É o caminhar da felicidade!

Bom dia!!

:. Peron .: disse...

Preciso saber o que gosto de fazer realmente...rs

Você já descobriu Parabéns!

Beijos.

:. Peron .: disse...

Ficou muito legal esse novo templete (Se tu quiseres posso tentar fazer uma barra do tamanho do quadro aí em cima)

danyelle.aires@gmail.com


Bjs.

Flávia Escarlate disse...

Peron, obrigada! EU adoraria que você fizesse, sim, uma barra que se ajustasse ao tamanho de qualquer tela (porque na minha, por exemplo, fica perfeita - mas quando abro na faculdade já fica pequena...). Meu e-mail é flavialima84@gmail.com
Se você quiser mandar outras sugestões de alteração, pode mandar. :)
Beijinhos

Eliana disse...

"Porque o jornalismo é uma paixão insaciável que só se pode digerir e humanizar mediante a confrontação descarnada com a realidade. Quem não sofreu essa servidão que se alimenta dos imprevistos da vida, não pode imaginá-la. Quem não viveu a palpitação sobrenatural da notícia, o orgasmo do furo, a demolição moral do fracasso, não pode sequer conceber o que são. Ninguém que não tenha nascido para isso e esteja disposto a viver só para isso poderia persistir numa profissão tão incompreensível e voraz, cuja obra termina depois de cada notícia, como se fora para sempre, mas que não concede um instante de paz enquanto não torna a começar com mais ardor do que nunca no minuto seguinte."
(Gabriel García Márquez)
Escarlate. Compartilho do seu prazer.