19 de jun de 2011

Conexões - Do THC ao FHC


Cognição. Ato de adquirir conhecimento, segundo o Dicionário Aurélio. Em outras palavras, aprender. De uma maneira simples e resumida, podemos dizer que cognição é a forma como percebemos, aprendemos, recordamos e pensamos sobre toda informação captada através dos cinco sentidos. Tudo que ouvimos, vemos e sentimos é registrado pelo cérebro e transformado em sinais elétricos que percorrem caminhos entre um neurônio e outro. Quanto mais os neurônios se interligam entre si, mais adquirimos capacidade de fazer novas ligações cerebrais. E quanto mais sinapses, mais inteligentes somos. 

Bom, tudo isso para dizer que eu achei o máximo esse texto de Rodrigo Rezende, publicado na última edição (junho) da revista Super Interessante. O cara foi lá na Idade Média e voltou pra chegar até o documentário do FHC sobre a descriminalização da maconha. Imaginem o número de sinapses e a capacidade cognitiva dele:

* CONEXÕES DO THC AO FHC

THC
Entre as mulheres da Idade Média, o THC (Tetrahidrocanabidiol, princípio ativo da maconha) era considerado um remédio milagroso: servia para tratar cólicas, aliviar as dores do parto e até desencalhar solteironas. Mas no século 18 começou a circular um boato que detonou a reputação da Cannabis: quem fuma maconha é...


ASSASSINO
"Assassino". Essa palavra se originou no nome da seita Hashishyya, formada por árabes que usavam haxixe (uma maconha com mais THC) e saíam matando cristãos. Parece difícil de acreditar? A associação entre maconha e homicídio era pura invenção que alguém criou e espalhou pela França para constranger as tropas de...


NAPOLEÃO
Logo que os soldados de Napoleão invadiram o Egito, em 1798, aproveitaram para provar aquela erva mágica de que falava o livro "As Mil e Uma Noites". Eles adoraram os efeitos do haxixe, e das trincheiras napoleônicas a droga foi direto para o mundinho dos intelectuais franceses. Onde ganhou um grande fã:


BAUDELAIRE
"O haxixe torna o indivíduo inútil para a humanidade, e a sociedade desnecessária para o indivíduo". O autor dessa frase, o poeta francês Charles Baudelaire, usava o narcótico para escrever sobre angústia, sexo e morte. Ele ajudou a popularizar o haxixe na elite intelectual da Universidade de Paris, de onde veio...

FHC
Ex-professor da Sorbonne e ex-presidente do Brasil, Fernando Henrique Cardoso adotou  nova bandeira: a descriminalização da maconha, que propõe no novo documentário "Quebrando o Tabu". Havendo a descriminalização, a maconha poderia voltar a ser usada como faziam as mocinhas medievais com fins medicinais.



*Revista Super Interessante, edição Junho de 2011

3 comentários:

L.S. Alves disse...

Tinha ouvido um zumzumzum sobre o o FHC e o THC, mas não sabia do documentário. Agora vou procurar pra ver.
Um abraço moça.

Dom Rafa disse...

Não tenho uma posição definida sobre esse tema, mas o texto... Sem comentários! Realmente "SuperInteressante"

Bjs, Flavia!

Flávia Escarlate disse...

Ainda não vi o documentário, mas li sobre e vi também uma reportagem no Fantástico sobre o assunto. Gostei da pergunta de uma repórter pro FHC: "Pq se meter nessa questão". E ele deu uma resposta toda trabalhada, argumentativa e tal. Aí ela retrucou: "Tá. E por que o senhor não pensou nisso tudo antes, durante seu governo?" rs
Mas enfim, a Globo é totalmente vendida pro PSDB.
Beijos, Alves e Rafa!